Sábado
04 de Dezembro de 2021 - 

Intranet

Clientes / Advogados

Notícias

Boletins

Assine e receba nossas atualizações jurídicas

Bolsas de Valores

Bovespa 0,92% . . .
Dow Jone ... % . . .
NASDAQ 0,02% . . .
França 0,43% . . .
Japão 1,86% . . .
S&P 500 0,31% . . .

Cotação de Câmbio

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,64 5,64
EURO 6,36 6,37
IENE 0,05 0,05
GUARANI 0,00 0,00
LIBRA ES ... 7,46 7,46
PESO (ARG) 0,06 0,06

Webmail

Institucional / Colaboradores

Previsão do tempo

Hoje - Brasília, DF

Máx
27ºC
Min
19ºC
Chuva

Domingo - Brasília, D...

Máx
26ºC
Min
19ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Niterói, RJ

Máx
24ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Domingo - Niterói, RJ

Máx
26ºC
Min
20ºC
Predomínio de

Hoje - São Paulo, SP

Máx
27ºC
Min
15ºC
Predomínio de

Domingo - São Paulo, ...

Máx
28ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
25ºC
Min
21ºC
Parcialmente Nublado

Domingo - Rio de Janei...

Máx
26ºC
Min
21ºC
Predomínio de

27/10/2021 - 19h00TJMG integra reunião do Comitê Interinstitucional de Recuperação de AtivosNo encontro, foi assinada a Carta de Belo Horizonte pelo Enfrentamento à Lavagem de Dinheiro

Autoridades participam da 14ª Reunião Anual do CIRA-MG ( Crédito : Mirna de Moura/TJMG ) O superintendente administrativo adjunto do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador José Arthur Filho, participou, nesta quarta-feira (27/10), na sede do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), da 14ª Reunião Anual do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos de Minas Gerais (CIRA-MG). O magistrado representou o presidente do TJMG, desembargador Gilson Soares Lemes. O governador Romeu Zema participou do encontro. O comitê tem o objetivo de propor medidas a serem implementadas pelos órgãos e instituições públicas para aprimoramento das ações e busca da efetividade na recuperação de ativos. A atuação do CIRA-MG começa a partir de informações geradas pela Secretaria de Estado da Fazenda, por meio de ações como as fiscalizações de contribuintes e cruzamentos de dados feitos pela Receita Estadual. Ações adotadas pela Advocacia-Geral, investigações realizadas pela Polícia Civil e denúncias também contribuem significativamente para o trabalho do comitê. União O desembargador José Arthur Filho enfatizou que o CIRA-MG é de suma importância. “A união de várias entidades e esse diálogo interinstitucional são fundamentais para combater o crime organizado, a sonegação fiscal e a lavagem de dinheiro. O Tribunal de Justiça entra como membro do comitê no sentido de dar efetividade aos julgamentos desses processos que, muitas vezes, são volumosos e abordam fraudes sofisticadas”, destacou o desembargador. Para o superintendente administrativo adjunto do TJMG, “a sociedade, por meio das instituições públicas, deve se unir para criar uma musculatura ainda maior para combater esse tipo de crime que tanto a atormenta”. O governador Romeu Zema elogiou a atuação do CIRA. “O comitê torna o Estado mais seguro para possíveis investidores, além de proporcionar um aumento na arrecadação”, disse. Segundo o governador, “o CIRA está dentro do grande projeto de Estado seguro, que ajuda a atrair investimentos”. Foi assinada no evento a Carta de Belo Horizonte pelo Enfrentamento à Lavagem de Dinheiro, que busca estimular o desenvolvimento e a capacidade analítica para acompanhar os desafios das novas tecnologias de circulação de ativos, sem retrocesso para a investigação, fiscalização e controle de ilícitos, de acordo com padrões recomendados internacionalmente. Os órgãos de Minas Gerais que fazem parte do CIRA são: Ministério Público Estadual, Tribunal de Justiça, Secretaria de Estado de Fazenda, Secretaria de Estado de Segurança Pública, Advocacia-Geral do Estado, Polícia Civil e Polícia Militar. Promotor de Jusitça Willian Garcia Pinto Coelho apresenta balanço das principais ações do CIRA-MG nos últimos anos ( Crédito : Mirna de Moura/TJMG ) Balanço Durante o encontro, o coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa da Ordem Econômica e Tributária do Ministério Público de Minas Gerais e secretário-executivo do CIRA-MG, promotor William Garcia Pinto Coelho, fez um balanço das principais ações do comitê. Em 2021, o CIRA completou 14 anos de atuação no Estado. Durante o período, o comitê foi responsável por uma série de operações. “Nesses anos de atuação, o CIRA conseguiu recuperar cerca de R$ 15 bilhões em ativos e realizou 116 operações de investigação penal. Somente no ano passado, o CIRA organizou oito forças-tarefa que garantiram expressiva recuperação de receitas para o Estado”, destacou o promotor de justiça. William Garcia Pinto Coelho informou também que 14 estados brasileiros replicaram o modelo do CIRA-MG entre 2013 e 2021. O procurador-geral de Justiça de Minas Gerais, Jarbas Soares Júnior, afirmou que os investimentos feitos na área e a consequente recuperação de recursos ao erário são uma forma de devolver à sociedade o investimento que é feito nas instituições. “Os valores sonegados são recursos públicos que deveriam ser aplicados em educação, saúde, segurança. Com o fortalecimento da união entre as instituições, os resultados obtidos serão ainda melhores”, afirmou Jarbas Soares Júnior. Presenças Participaram ainda da reunião o secretário estadual da Fazenda, Gustavo Barbosa; o Advogado-Geral do Estado, Sérgio Pessoa; o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Rogério Greco; o comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais, coronel Rodrigo Souza Rodrigues; o subsecretário de Receita Estadual, Osvaldo Scavazza; entre outras autoridades. Diretoria de Comunicação Institucional – Dircom Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG (31) 3306-3920 imprensa@tjmg.jus.br instagram.com/TJMGoficial/ facebook.com/TJMGoficial/ twitter.com/tjmgoficial flickr.com/tjmg_oficial        
27/10/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitante nº  3551203
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.